terça-feira, 8 de novembro de 2011

Uma Sopa de Cação à Alentejana

Apesar do Alentejo ser uma região maioritariamente interior (não esqueçamos o belo litoral alentejano!), a gastronomia alentejana conta com diversos pratos de peixe verdadeiramente deliciosos!

Já aqui trouxe a açorda de bacalhau, tão do gosto do povo alentejano, e hoje apresento umas Sopas de Cação, que foram à nossa mesa no passado fim de semana. Este caldo de peixe, com as suas sopas de pão e forte sabor a coentros (ou, nalguns casos, a poejos), é um prato nutritivo e saboroso que aquece o coração.




Como no essencial da culinária alentejana, caracteriza-se pela forte presença das ervas aromáticas (neste caso os coentros) e do pão, sob a forma de sopas. O bom azeite, o alho e a cebola, complementam este leque de sabores que, associados à carne delicada do cação, tornam este prato uma verdadeira delícia.




Ingredientes:
4 postas médias de cação
2 batatas médias
Fatias de pão duro (amanhecido), de preferência alentejano
1 cebola grande
4 dentes de alho
1 molho de coentros
2 colheres de sopa de farinha
1 colher de sopa de vinagre
1 colher de chá de pimentão em pó (paprika)
Azeite, sal e pimenta qb

Temperar o peixe de sal com algumas horas de antecedência e deixar tomar o gosto. Fazer um refogado com a cebola picada e os dentes de alho esmagados, sendo generosos no azeite. Juntar as postas de peixe, temperar de pimenta e juntar os coentros picados. Acrescentar as batatas, cortadas em rodelas bem finas, para que o tempo de cozedura seja igual ao do peixe. Tapar o recipiente e deixar estufar em lume brando. Quando estiver praticamente cozido, retirar o peixe e reservar. Retirar um pouco de caldo que se junta à farinha, paprika e vinagre, de forma a misturar bem, sem formar grumos. Juntar este creme ao caldo e misturar bem, deixar ferver para que o caldo fique um pouco mais consistente, mas não deve ficar grosso ou cremoso. Quando o caldo já não souber a farinha crua, juntar o peixe e deixar ferver um pouco até estar bem quente. Migar as sopas de pão para uma terrina ou taça para servir à mesa, colocar as postas de peixe sobre o pão e deitar o caldo fervente. Servir de imediato.

Quem preferir ou não tiver pão suficientemente consistente (pão com miolo muito fofo não é bom para este fim!) pode fritar as fatias de pão em azeite!




Esta refeição bem saborosa, típica da minha terra, fez as delícias cá de casa. Espero que também gostem!



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Um comentário:

  1. Uma deliciosa sopinha do meu Alentejo Manuela, adoro e faço imensas vezes

    beijokas!!

    ResponderExcluir